sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Dicas de Games por Brune nosso colaborador


Futbolleiro que se preza atua (bem, claro!) em diversas funções no time e também em variados tipos de ambiente: no campo, na quadra, na grama sintética do society, no asfalto (quem nunca perdeu o “tampão” do dedão na rua?), na praia e... nos games! Relembrando um pouco “nossa velha infância”, percebemos o quanto os games de futebol evoluíram ao longo do tempo! Há muito, mas muito tempo mesmo, existiam os games em cartucho (“fita”, como popularmente dizíamos) . Não era qualquer um que podia pirateá-los. Logo, você tinha duas opções: comprar uma versão “made in china” no camelô ou alugar o game na locadora.
O problema é que a maioria das locadoras tinha apenas um exemplar do jogo. Alguns eram disputadíssimos, principalmente os melhores de futebol. E estamos falando deles. Minha mais remota lembrança é de um jogo chamado “Kick Off”, que veio junto com meu primeiro console. Você via os jogadores de cima, um bando de cabeçudos chutando bisonhamente uma bola quase do tamanho deles.
Outro antigo fracasso foi o horroroso Megaman’s Soccer, da Capcom, que depois surgiu com um game pior ainda. Porém, vai entender, ao mesmo tempo era divertido. Era o “Capcom’s Soccer Shotout”. A jogabilidade, como a maioria dos jogos da época, é ruim e o gráfico horroroso. Isso deixava o jogo ainda mais difícil. Não marcou época e é totalmente justificável. Disputou espaço com bons jogos de futebol, por isso era fácil demais encontrá-lo na locadora. Ponto positivo: o modo pênalti era maneiro. A visão era das costas do goleiro, diferente da maioria dos jogos que, até hoje, preferem a visão do gol de frente. Ponto negativo: todos os restantes.
Chegamos então na era da franquia de futebol da FIFA. O “Fifa Soccer 1994” tinha um gráfico mais robusto e uma proposta que visava uma maior diversão do usuário. Verdade que os jogadores pareciam pedacinhos de madeira uniformizados, mas os gols de fora de área e as pontes dos goleiros eram um show à parte.Outro destaque do “FIFA 94” era a torcida. Incrível trabalho áudio-visual, onde os torcedores vibravam a partir da sua disposição em campo. Muito bem construída, ficou marcada para mim como uma das melhores torcidas para qual joguei. E não é média de jogador, não. Claro, não havia chutes especiais, lançamento ou dribles maravilhosos. Mas a simplicidade do game acabou caindo no gosto de muitos, tornando-o um sucesso durante curto período. Até hoje merece ser jogado de vem em quando. Mesmo que seja para rirmos da bizarrice que nos divertia outrora.
Para bater de frente com a EA Sports, a Konami lança seu clássico do esporte virtual: “International Superstar Soccer”! Game que caiu no gosto da pirataria. Por ano, no mínimo umas 7 versões eram lançadas. Discutiremos somente a mais popular, responsável por dezenas de campeonatos que varavam a madrugada e também por trabalhos escolares entregues com atraso. “International Superstar Soccer… Deluxe” !
É, sem contestação, o jogo de futebol mais popular do Super Nintendo. Ele possui elementos que nenhum outro jogo havia disponibilizado, como dribles inovadores e até mesmo a bizarra (e legal bagaray) opção de transformar o juiz e os bandeirinhas em simpáticos cachorros (com o direcional, fazia-se a sequência: pra cima 2x, pra baixo 2x, esquerda, direita, esquerda, direita depois os botões “B” e “A”... macete inesquecível). A jogabilidade é bastante simples, mas altamente fiel ao movimento dos jogadores. O cansaço dos jogadores representados pela cor da bolinha também era um show a parte. Se o desgaste era muito grande, o atleta ficava com as mãos no joelho e mal conseguia se mover em campo. Chutar a bola no fotógrafo, a narração em espanhol, os jogos na chuva e na neve, o fenômeno Allejo... esses pequenos mas significativos detalhes fizeram – e fazem – o International Superstar Soccer de Luxe um dos melhores jogos de futebol para vídeo-game.
Finalmente surge a imagem da perfeição para os futbolleiros virtuais, o aclamado “Winning Eleven”, que (confusamente) depois passaria a ser conhecido como “Pro Evolutuion Soccer”! A primeira versão que lembro de ter jogado é de 1996, quando o jogo trazia apenas a “J-League” (campeonato japonês) recheada de craques brazileiros como Zico, Careca, Leonardo e Edílson. Era a alegria das aulas-vagas (oficiais e extra-oficiais) da rapaziada! De lá pra cá o jogo só melhorou. Ganhou novos movimentos, melhorias na parte gráfica, como as faces dos atletas, cabelos, uniformes e escudos dos clubes, novos torneios e modos de disputa foram sendo acrescentados (até o clímax da interatividade, na versão 2009, com o modo “Become a Legend” ou “Rumo ao Estrelato”, onde você cria um jogador, joga uma espécie de “peneira”, recebe propostas de clubes e inicia sua carreira com 17 anos, tendo a missão de ser atleta e seu próprio empresário, aceitando ou rejeitando propostas de outros times, e até mesmo sendo convocado pra seleção!). Seu concorrente direto ainda é o “Fifa Soccer”, que também lançou sua versão 2009 cheia de novidades (entre elas inclui-se também um modo carreira!) e com sua eterna vantagem de dispor das licenças dos clubes filiados à entidade máxima do futebol, porém com sua também eterna desvantagem de ser um jogo truncado, sem a mesma dinâmica do PES, mas que ainda assim mantém muitos fãs mundo afora. Estamos muito bem servidos no quesito futebol virtual: tem pra todos os gostos, dos games “originais” até os famosos “patches” que deixam o jogo ao gosto do cliente!

By Brune, Fanfarrão, modelinho e atriz.

5 comentários:

Mateus disse...

Fmz Brunes bom com as palavras... quero ver se é bom mesmo com um controle jogando PES2009 ok...hahhaha

Brune disse...

Hehehehehehe.. beleza Mateus!
Me garanto rapá... tu "num guenta" 10 minutos de porrada, quer dizer, de jogo contra meu esquadrão da Master League!!
Pega esse time, do meio pra frente com: Ibson (Flamengo), Lúcio Flávio (Santos), Kaká (Milan), Wagner (Cruzeiro), Tevez (Man. United) e Ibrahimovic (Inter de Milão)... vai encarar? [=D

clever disse...

Parabéns pelo texto Brune, e ai essa é boa hein Matheus um rachão de PS com a galera iria ser demais.
Eu sou terceira divisão.
Mais seria mesmo do caramba.
Vlw.

NUNO disse...

Dei muita risada lembrando dos games mais antigos. Já de 94 para cá era tudo novidade para mim, e assim mesmo por causa do meu filho, se não até o de 94 seria novidade para mim,tô velho!
Parabéns pelo texto.

PsyKotico disse...

Meu ... faltou o fenomenal Futebol do Atari ^^' ... tah sem zueira, faltou o Super SideKicks do NeoGeo e q a gente jogava ateh nao aguentar mais nos flippers da vida ...

fora isso, nao ha nada d diferente mesmo ... tah tudo lah ...

E esses desafios, c for em Winning Eleven do PS1 ainda brinco ... dpois disso eu sou cafe com leite ...