sábado, 9 de maio de 2009

Libertadores e a gripe Méxicana/ por Brune

Havia a tradicional Copa Libertadores da América que, em que pese a amplitude que o nome sugere, sempre reuniu os melhores times apenas do continente Sulamericano. Eis que a mente capitalista ao extremo dos dirigentes abriu o leque também para os times mexicanos, que a rigor são regidos pela Concacaf, e não pela Conmebol.
Como o mercado consumidor do universo futebolístico é imenso naquele país, e há enorme interesse por parte de redes de televisão, anunciantes, patrocinadores e cia bela, alguns gênios marketeiros acharam por bem inchar a competição e abraçar os mexicanos.
Houve então a famigerada "gripe suína", problema de saúde pública que, a priori, teve seus primeiros casos em terras mexicanas. Meios de transporte público deveriam ser evitados; espetáculos artísticos, eventos esportivos e quaisquer outras atividades que resultassem em grande concentração de pessoas seriam proibidas... tudo visando evitar o crescimento da assustadora epidemia.
Até mesmo jogos de futebol? Claro, óbvio que sim. E nessa criou-se o enredo: no cruzamento das 8ªs de final, temos o confronto de São Paulo(BRA) x Chivas Guadalajara(MEX) e entre Nacional(URU) x San Luis(MEX), e o tema "jogos com o mando mexicano" vem à baila.
Proibidos de serem realizados no México, tenta-se a realização dos jogos em países próximos, como Colômbia e Chile, mas autoridades sanitárias vetam a idéia. Os gênios da logística esportiva desdobram-se para solucionar a questão... e nada!
Eis que os mestres da organização ficam entre duas opções: realizar apenas uma partida, no território do adversário dos mexicanos ou eliminar as equipes de lá à base da canetada mesmo.
O Chivas antecipa-se em seu site e diz que está se retirando da competição. San Luis pode tomar a mesma atitude. Assim, teríamos já a definição de São Paulo x Nacional numa das 4ªs de final. A Conmebol fantasia-se de Poncio Pilatos: marcará jogo único no Morumbi, fato que, mantida a posição do time de Guadalajara, resultará em vitória e classificação dos brasileiros por W.O.
Remake de "História-Sem-Fim"?
Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...

2 comentários:

Clever disse...

Muito bom texto Brune, parabéns sempre nos abrilhantando.
É bom salientar que o São Paulo não é culpado pela gripe suina e nem pela epidemia que se espalha pelo Mundo.
Já defendo a anos que deveria participar da Libertadores o Campeão e o vice de cada país e os como era até incio da decada de 90, como Brune resalta os olhos da ganancia deixaram o campeonato assim.

LUIZ EMÍLIO ( NUNO ) disse...

Parabéns Brune! Belo texto deixando para cada um o direito de escolher o culpado, apenas dando as informações.