domingo, 1 de março de 2009

Rodada do futebol/ Nathalia, nossa nova colaboradora

Paciência.
Foi o que Wanderley Luxemburgo pediu para a torcida na entrevista coletiva logo após o jogo contra o Bugre. O vaiado e mais novo protegido do chefe, Marquinhos, não conseguiu converter o penalti sofrido por Lenny ,o pequeno polegar. Mas, Deyvid Saconi, entrou, resolveu e manteve o verdão na liderança.
Para quem esperava ver Hernanes e Jean ou até mesmo os gols de Washington "coração de leão", viu o belo gol de Molina. O meia que foi determinante na campanha do alvi-negro praiano no último ano, teve sua tarde de glória no clássico Sansão. Se há algo a mais para se destacar no clássico, eu apontaria a grande autoridade no campo de jogo - o árbitro Wilson Luis Seneme - andando em círculos com seu cartão amarelo na mão. Calma, são-paulino, clássico é clássico, já diria o filósofo (?).
E o Corinthians, em ritmo de "balada na chácara" enfrentou o Marília, que assustou saindo na frente no placar com Gadelha (tomei a liberdade de tirar o Fabiano do nome do rapaz). Jorge Henrique, ex-botafogo, empatou para o Timão que enfrenta o arqui-rival no próximo final de semana.
Falando em Botafogo, peço licença para encerrar este texto com um exemplo e uma bela lição de moral - e uma frase feita. "O homem paciente vale mais que um general que conquistou várias batalhas". Parabéns ao Fogão pela Taça Guanabara!
P.S.: Paciência de é muito radical, ninguém merece.
Por Nathalia Ferrari

Ai galera, mais uma das nossas amigas dando sua colaboração ao blog, segura cambada de cuecas vamos perder nossos postos.
Nathalia Muito obrigado, Futbolleiros agradece.

2 comentários:

Cacá Privati disse...

Muito bom texto Nathália, e nós tricolores estamos calmos sim.

bjos até mais.

LUIZ EMÍLIO ( NUNO ) disse...

Gostei muito do seu texto! Parabéns