quinta-feira, 17 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010 Jogos da quarta 16/6 - por Gustavo Román







Gustavo Román - colaborador e comentarista da equipe Futbolleiros de esporte.

Chile 1x0 Honduras

-Foi uma boa partida de uma boa Seleção. Marcelo Bielsa armou sua equipe em um ofensivo 3-3-1-3 que por vezes se tornava um 4-3-3. Chamava a atenção a manutenção de dois jogadores bem abertos pelos lados do campo.
-Com a ausencia por lesão de Suazo, artilheiro das eliminatórias Sulamericanas, Valdivia atuou quase como um centroavante. E, o mais impressionante é que em momento nenhum do jogo, o Chile teve ameaçado o seu controle da partida.
-Muito disso deve-se também ao fato de Honduras ter uma Seleção extremamente limitada e que ainda se resentia da ausencia de seu principal atacante, o artilheiro Suazo.
-O lado direito do ataque Chileno foi seu ponto alto na partida. O bom lateral Isla combinava bem e fazia grandes jogadas com o veloz e habilidoso Alexis Sanchez.
-Se não fosse uma espetacular defesa do goleiro Hondurenho Valadares, o Chile teria chegado ao segundo gol. E a vitória só não acabou sendo maior justamente pela ausencia do seu artilheiro(Suazo). Olho nos Chilenos...


Suiça 1x0 Espanha


-E surgiu a primeira zebra da Copa. A toda poderosa Fúria Espanhola, com seu misto de jogadores do Real Madrid e do Barcelona perdeu para o ferrolho Suiço.
-Vicente Del Bosque armou seu time no 4-2-3-1 que deu excelentes resultados nos amistosos. Xabi Alonso e Busquets na proteção a zaga. David Silva armando pela direita, Xavi pelo meio e Iniesta pela esquerda com Villa sendo o único atacante.
-Bem ao seu estilo, o time tinha a posse de bola, tocava de um lado para o outro mas não ameaçava de verdade o gol do goleiro Benaglio.
-Logo aos 7 minutos do segundo tempo, Fernandes se aproveitou de bobebada da defesa Espanhola e abriu o marcador no único ataque Suiço até então.
-A partir daí Del Bosque abriu mais ainda seu time, colocando Fernando Torres para fazer compania a Villa na frente, com Pedro pela esquerda e Jesus Navas pela esquerda. Praticamente um 4-2-4. Mas faltou sorte e competencia a Espanha.
-Os Suiços ainda desperdiçaram algumas boas oportunidades em contra-ataques, mas no final celebraram a vitória inesperada e o fato de sua defesa estar a mais de 8 horas sem levar gols em Copas do Mundo.
-Agora sim, a Espanha terá que provar que é forte e vencedora ou será que mais uma vez irá amarelar em uma Copa....
Gustavo Román....

Uruguai 3x0 África do Sul




Nesta quarta-feira (16), teve início a segunda rodada da Copa do Mundo, com a partida disputada entre África do Sul e Uruguai. Logo no começo parecia que as duas seleções estavam dispostar a ir para cima e vencer. Mas, não foi o que ficou comprovado no decorrer da partida. Vale chamar a atenção para a nova formação do Uruguai, que diferentemente da partida contra a França, na qual, a equipe jogou em um fatídico 3-5-2, hoje eles entraram em campo com um 4-3-1-2, onde Diego Forlán deixou de ser efetivamente um atacante e passou a buscar mais a partida no meio-campo.

Na lateral-esquerda uruguaia entrou o portista Jorge Fucile, que fez uma excelente partida. Já a seleção da casa, veio a campo com um 4-2-3-1, tendo como único atacante, o camisa 9 Mphela.

Do ponto de vista tático a partida deixou um pouco a desejar, defensivamente falando ambas as esquipes deixaram espaços para que o adversário jogasse. Isso foi o que fez a diferença para o Uruguai, que tinha mais qualidade para aproveitar estes espaços, já os "Bafana-Bafana" não tinham tanta qualidade para fazer o mesmo. O destaque da equipe africana, Steven Piennar esteve muito marcado, principalmente por Arévalo, que fez uma partida regular, mas ainda não é melhor do que Walter Gargano.

Na primeira etapa poucas chances foram criadas, mas, em um chute dispretensioso de Diego Forlán e, após a bola resvalar no capitão Aaron Mokoena não teve jeito, a seleção uruguaia abriu o placar. Ainda no decorrer da primeira etapa, os sulafricanos tentaram reverter, mas não coseguiam chega com qualidade, pois estavam muito retrancados. E assim, encerrou-se a primeira etapa.

No segundo tempo, o cenário foi o mesmo, a África do Sul não chegava com qualidade e não conseguia rodar a bola, devido ao meio conjestionado uruguaio. Por outro lado, a seleção uruguai mostrou uma movimentação muito interessante, principalmente com Diego Forlán fazendo a nova função e com Luis Suárez sainda da grande área e levando consigo a marcação deixando espaços tanto para Cavani quanto para o próprio Forlán.

O lance mais inusitado da partida aconteceu aos 31', da segunda etapa, quando durante um ataque uruguaio a bola sobrou para Suárez que estava sozinho e de cara para o gol, e, o goleiro Khune não teve outra alternativa a não ser fazer o pênalti. Após este lance, o árbitro suíço, Massimo Busacca, não teve outra alternativa a não ser expulsar o jogador da África do Sul.

Para que o goleiro reserva Josephs pudesse entrar, Piennar foi substituído. Para a cobrança da penalidade foi Diego Forlán, que mais uma vez não perdoou e fez 2x0 Uruguai.

Próximo ao fim da partida Fucile foi substituído em virtude de uma lezão no tornozelo. A partida seguiu a mesma, por mais que os "Bafana-Bafana" tentassem eles não conseguiam chegar à meta adversária.

Logo no fim da partida, em bola levantada para a área, Álvaro Pereira, todo desajeitado após uma sáida horrível de Josephs, fez o terceiro gol celeste dando resultado final à partida.



por Gilmar Siqueira, amigo e colaborador do blog Futbolleiros e Futebol Pitacos

2 comentários:

Jonatas Quintino,28 disse...

Nessa copa as seleções sulamericanas estão jogando muito bem, diferente da última copa.Vejo chances do título vir para a america esse ano. Pois por enquanto só vi a alemanha mostrando algo interessante do lado dos europeus, mas vamos esperar desenrolar a 2a rodada,

para a vida inteira disse...

Videos da prancheta do Guga estao disponiveis no youtube.

Abracos
Adriana